Skip to main content

Quero você empreendendo também

 

Olá amigos, estamos de volta. Após um tempo sem escrever, por não estar em plena forma da inspiração, hoje encontrei motivação enquanto tomava meu primeiro banho do dia. Estava pensando sobre qual era a minha missão de vida, ou pelo menos, a missão mais importante para os próximos anos. Sem sombra de dúvidas, concluí que além dos softwares sociais que pretendo e estou para lançar, também deveria ajudar os meus amigos.

Mas que tipo de ajuda é essa ?

Você vai entender rapidamente o que eu quero dizer: como sabem, me tornei freelancer e tomei uma atitude que para muitos foi considerada extrema ou louca, ao me demitir de uma grande empresa (Globo.com) para trabalhar de forma autônoma. Isso foi feito sem qualquer planejamento (coisa que eu não aconselho jamais) mas por sorte minha e bela postura da empresa, me foi pago os mesmos direitos que pessoas dispensadas recebem (exceto liberação de FGTS e auxílio desemprego, logicamente), o que me forneceu uma certa segurança financeira caso eu não conseguisse um job nos 3 meses subsequentes.

Então, falando da ajuda que é o tema central deste tópico, eu pretendo orientar meus amigos a progredirem, a virarem páginas importantes de suas vidas. Quero mostrar como é bom ser empreendedor e ajudá-los também na busca da independência financeira. Muitos deles atualmente reclamam de suas empresas, chefes ou superiores, colegas e subordinados. E essas reclamações são os primeiros indícios de pessoas não satisfeitas. Estar insatisfeito é muito ruim, pois além de causar danos a sua própria saúde, deteriora o convívio social e evapora o gosto pelo trabalho. Muitas das vezes, mudança de equipe, promoções ou eventos que a empresa proporciona conseguem inserir pílulas de motivação, mas a certeza é que, como qualquer pílula, a duração é temporária.

Sendo assim, será que chegou a hora de mudar de empresa ? Ou melhor ainda, se tornar a sua própria empresa, seu próprio chefe ? Veja o lado positivo:

  • Você poderá ganhar as horas que perde no trânsito trabalhando de casa ou mesmo se for abrir um escritório, faça-o ser perto de casa, mais uma vez para evitar este problema de traslado;
  • As horas ganhas ao evitar trânsito poderão ser usadas para estudos ou lazer;
  • Aquela galera chata que enchia seu saco não estará mais por perto e se precisar contratar alguém, chame alguém melhor que você para trocar experiências profissionais e se tornar um melhor profissional. Você está no controle e na gestão;
  • Você ganhará muito mais jogo de cintura na área de negócios, pois irá negociar diretamente com clientes e poderá escolhê-los como parceiros ou não, transformando a relação cliente x prestador de serviço em um processo duradouro, contínuo e menos burocrático;
  • Agora não existe mais  aquele processo burocrático de pedir promoção, ser avaliado e não adiantar nada, pois você poderá ganhar aumentos salarias conforme o seu rendimento e crescimento empresarial (você é sua empresa);
  • Você poderá planejar qualquer viagem a trabalho, seja para conferências ou para procurar novos parceiros de negócio. Basta um bom planejamento;
  • Você poderá praticar esportes e atividades físicas, pois poderá ter um maior controle de suas horas de trabalho. Chega de reclamar que não pode cuidar de sua saúde!

Por um outro lado…

Nada na vida tem apenas lados positivos. Se você achou isso, está enganado completamente. Veja:

  • Você terá que ter um controle financeiro muito maior, e separar as contas de sua empresa das contas pessoais. O ideal é ter duas planilhas e controlar esse fluxo;
  • Você não terá mais um chefe cobrando, o que poderá criar um nível de procrastinação muito alto. Controle-se e foque no cliente, pois agora você é o único responsável pela sua produtividade;
  • Você poderá ter maus clientes, mas dispensá-los pode ser a saída para você continuar apenas com clientes que valorizam seu trabalho;
  • Você poderá tomar calotes;
  • Além da área financeira e administrativa, caso você venha a se tornar uma empresa formalizada, terá diversas outras preocupações, mas com ajuda do Sebrae você poderá tirar de letra;
  • Você precisará estar antenado no mercado sempre a procura de novas parcerias, negócios e soluções para seus clientes.

Concluindo

Pessoalmente, acho que o lado negativo tem mais sabor de positivo. Todas as atribuições mencionadas podem torná-lo um profissional muito melhor, uma pessoa mais equilibrada e centrada, fazendo com que seus objetivos sejam alcançados mais facilmente. Se mesmo com todas essas informações você ainda acha que ser sua própria empresa é uma dor de cabeça, que você não quer se preocupar com isso e está bom demais ter um salariozinho no final do mês, então por favor: seja meu amigo e não reclame mais perto de mim. Caso contrário, terá que me aturar te aconselhando a se tornar empreendedor até você tomar coragem para mudar de vida e enriquecer. Afinal, nunca conheci nenhum assalariado rico!

Fonte da imagem: Gettyimages

Felipe Pavão

Empresário brasileiro dedicado a ajudar pessoas e empresas a melhorar seu dia-a-dia com ajuda da tecnologia. Esta a frente da Xdevs. Evangelizador de WordPress, futuro mestre-cervejeiro, vascaíno, casado e baixista amador.

  • Bons argumentos, mas concordo parcialmente. Realmente como autônomo você tem mais liberdade para organizar seus horários e pode trabalhar de casa, mas fatalmente vai trabalhar muito mais, o que reduz o tempo livre. Além de não ter mais férias (pelo menos não remuneradas).

    Abraço

    • Fala Garnier,

      concordo com você, mas falando do meu caso, sou do tipo que priorizo minha qualidade de vida, comprometendo parte do dia para atividades físicas. E a questão de férias, décimo terceiro, plano de saúde, tudo depende do seu planejamento financeiro.

      Mas você me lembrou uma coisa em que acho não ter sido tão explícito: quis mandar o recado para os amigos insatisfeitos em suas empresas. É claro que muita gente esta satisfeita em seu trabalho, ganhando seus salários e premiações e comprometidas com suas empresas. E isso não é demérito algum. O artigo é direcionado para aquelas pessoas que já não se enquadram mais no esquema tradicional de empresas e querem vivenciar algo diferente.

      Abraço irmão!

  • VW

    Muito bom o post bro… O melhor da série até aqui…

    Go on!

    By the way, o “roadiecast” ficou bem maneiro! Invista mais nesses projetos! Eles são o caminho…