fbpx

Contratar um desenvolvedor WordPress: dicas para encontrar um bom programador

O artigo de hoje é voltado a ajudar pessoas e empresas que precisam contratar uma espécie rara de profissional no Brasil atualmente: um bom programador WordPress. Se você caiu nesse texto de paraquedas, considero que neste momento você esteja precisando tornar tangível suas ideias, seja ao programar uma nova funcionalidade do seu site, ao realizar manutenção nos plugins do WordPress, ou tornar aquelas maravilhosas telas desenhadas pelo seu designer em algo dinâmico.

E-Commerce com WordPress: uma breve introdução

Como já esta virando rotina, toda quarta eu apareço para anunciar um novo episódio do MercadoWP. E no episódio dessa semana, resolvemos aprofundar um pouco mais no desafio que o empresário poderá enfrentar ao decidir levar sua operação offline para o online. Os benefícios de ampliar sua operação através da Internet são inúmeros. O pensamento […]

Falamos de cursos online e da era do conhecimento

Vivemos uma grande época e isso me deixa muito empolgado. A época do compartilhamento de conhecimento. Como sou muito curioso e adoro aprender, preciso da ajuda da dona Rê pra manter meu foco e direcionar meus estudos para os nossos objetivos pessoais e da empresa. Mas se eu pudesse, passaria os dias aprendendo coisas online, mesmo que não […]

Sobre o Mercado WordPress e projetos paralelos

A noite é chuvosa, o som é Bill Evans e infelizmente, o vinho acabou. Mas excitação de iniciar um novo projeto esta muito vívida. Após 4 tentativas de gravação pela internet, hoje finalmente lançamos o primeiro episódio de um projeto muito desejado por meu amigo Cristiano Santos e eu: o Mercado WordPress. Após 14 anos de […]

Hábitos, processos e progresso

9 de abril – São Gonçalo – Rio de Janeiro Opa, tudo bem? Desculpe a poeira, mas é que eu estou voltando. Tem muita coisa acontecendo na minha vida e eu sinto que é o momento de tomar nota, tanto para me ajudar a refletir durante a caminhada quanto para buscar uma reflexão mais aprofundada. E nada melhor do que voltar […]

É dando que se recebe

Desde que eu me entendo por gente, ouço a frase do título deste pensamento, mas nunca parei para avaliar seu real significado e os efeitos que essa palavra poderia gerar. Hoje, aos 31 anos, posso olhar pra trás e concluir que se cheguei ao lugar que estou, foi porque desenvolvi e deixei fluir a habilidade da contribuição. E com essa breve introdução, espero compartilhar com vocês nas próximas linhas alguns insights sobre compartilhamento e seus benefícios.

Fale comigo no WhatsApp
Enviar via WhatsApp